Em 1898, nasce a primeira fábrica de cimento artificial da Espanha com o nome de “Sociedad Anónima Tudela Veguín”. A produção de cimento e outros materiais de construção constitui a pedra angular e primigênia do grupo. A melhoria contínua dos processos produtivos e a utilização das mais avançadas tecnologias disponíveis na área dos cimentos artificiais e seus derivados, permitiram a filial industrial alcançar uma posição de liderança no noroeste da Espanha e consolidar a actividade a nível internacional. Esta linha de negócio engloba a produção de Cimentos e Cales, Escórias, Pedreiras, Argamassas, Betões Frescos, Logística e Distribuição, bem como Laboratórios Credenciados e uma frota marítima própria constituída por três navios cimenteiros, um deles dos mais avançados do mundo. Em activos de política ambiental foram investidos, ao longo dos últimos 10 anos, mais de 140 milhões de euros entre as suas quatro fábricas de cimento. Nesta linha, a renovação da Fábrica de Cimento de La Robla, em León, efectuada em 2002, coloca a filial numa posição de liderança a nível mundial em matéria energética e ambiental.

Companhias que integram a Divisão Industrial da Corporación Masaveu

fabrica de cementos La Robla, LeónA companhia possui três fábricas de cimento: Tudela Veguín, Aboño e La Robla, com capacidade total anual estimada de 4 milhões de toneladas. Conta ainda com uma fábrica de moagem de cimento em Narón (Ferrol), e participa na CEISA (Cimentos Especiais das Ilhas), principal empresa cimenteira das Ilhas Canárias. Em 2012, ampliou a sua actividade industrial com a aquisição de 50 por cento da Cimento Verde do Brasil, ao Grupo Ferroeste. Em parceria com esta companhia, é administrada uma moagem de cimento que permite uma produção anual de 300.000 toneladas. A Cementos Tudela Veguín tem demonstrado o seu firme compromisso com o ambiente contribuindo, com a máxima eficiência, para a consecução dos objectivos de controlo das emissões de gases de efeito estufa, e realizando contínuos investimentos que tornaram possível que o nosso cimento apresente a menor taxa de emissão de CO2 por tonelada de cimento produzido, dentro do âmbito espanhol. Em 2010, com o objectivo de maximizar a sua eficiência energética desenvolveu, em colaboração com a HC Energia, uma instalação de co-geração eléctrica na fábrica de Abono, com uma capacidade de 10 MW, permitindo que o desempenho energético da instalação seja dos mais altos do seu gênero.

Website

Morteros Tudela Tudela VeguínA Morteros Tudela Veguín trabalha na linha de negócio das argamassas e outros produtos de construção, aplicando a experiência, conhecimentos e compromisso que regem as actividades da divisão industrial. Em 1969 iniciou a sua actividade com uma linha de produção de pré-fabricados de betão nas instalações da Cementos Tudela Veguín, em Abono, e em 1976, foi constituída a Prefasa como sociedade independente. Pioneira, na altura, na implementação da tecnologia da argamassa seca na Espanha, iniciou uma fase de crescimento e expansão com a incorporação de fábricas em León, Pontevedra e Valladolid. Os investimentos e ampliações realizadas ao longo destes anos permitem a actual Morteros Tudela Veguín dispor dos recursos e capacidades necessários para atender as mais altas exigências do mercado. A divisão de Argamassas possui actualmente quatro centros de produção na Espanha; Prefabricados Asturianos (Langreo, Astúrias), Morteros y Hormigones de León (La Bañeza), General de Morteros (Valladolid) e Galaica de Morteros (Pontevedra).

Website

General de HormigonesA General de Hormigones é membro fundador da Associação Nacional Espanhola de Fabricantes de Betão Preparado (ANEFHOP), uma instituição vinculada a diversos organismos, cuja actividade concentra-se em exercer funções de consultoria técnica e jurídica face as incidências decorrentes da utilização deste material, bem como actuar como mediador entre a empresa privada. Actualmente, a General de Hormigones possui trinta fábricas, cinco das quais são móveis, e desenvolve a sua actividade nas regiões de Astúrias, Galiza e Castilla y León. Todas as fábricas da General de Hormigones possuem a certificação do Sistema de Gestão da Qualidade UNE EN ISO 9001, tendo sido também pioneira na obtenção do selo de qualidade INCE em 1990 e, mais recentemente, a primeira companhia do sector, em Astúrias, Galiza e Castilla y León, a obter a certificação DOR (Distintivo de Qualidade Oficialmente Reconhecido), que representa para o fabricante de betão um controlo exaustivo diário de cada família de betão certificado, permitindo os clientes suportarem um menor controlo do betão e, portanto, a obtenção de redução dos custos.

Website

edersa - escorias y derivadosAs escórias siderúrgicas, convenientemente tratadas, têm importantes aplicações industriais e em obras públicas. O aproveitamento das escórias geradas pela Arcelor Mittal na sua fábrica de Veriña é realizado pela Masaveu Industria através da Edersa, mediante o investimento de um moderno sistema de granulação no próprio local do alto-forno. A Calumite Ibérica fabrica um produto derivado da escória para ser utilizado na indústria do vidro. Desde os seus inícios, o compromisso de qualidade e serviço aos clientes por parte da companhia é garantido pela obtenção, em 1998, da Certificação ISO-9001. Igualmente, o seu compromisso com o ambiente valeu-lhe a obtenção, em maio de 2004, da Certificação de Gestão Ambiental ISO-14001:1996, tendo implementado um sistema de Segurança e Saúde no trabalho conforme a especificação OHSAS 18001:1999, o que anima a companhia a continuar gerando valor. Actualmente, a Escorias y Derivados (EDERSA) comercializa três produtos: a Escória Classificada (HUSO ZA 25), Escória Classificada (60/110 mm.) e finalmente a Escória Granulada.

Website

Estabisol - Investigación y control de calidad del cementoO Estabisol, criado em 1979, realiza análises químicas, físicas e microbiológicas, bem como nos campos relacionados com a investigação para a produção e o controlo de diversos materiais de construção. O laboratório Munditest, integrado no Estabisol, foi criado em 1994, quando em Astúrias ainda não existiam laboratórios de análise e controlo sanitário de alimentos, águas e bebidas. É o primeiro laboratório autorizado pela Secretaria de Saúde do Principado de Astúrias. Inicialmente, foi criado para dar apoio às empresas de alimentação e posteriormente ampliou a sua actividade para oferecer todo o tipo de serviços, tais como o controlo de descargas, controlo em torres de refrigeração, controlo das emissões de chaminés e fornecimento de informações. O Estabisol possui um edifício que alberga quatro secções de laboratório, onde as três primeiras secções são dedicadas às análises físicas de materiais e análises químicas em geral e, sob o nome comercial de “Laboratório Munditest”, a diversos campos (alimentos, águas, descargas, terras). Esta última secção conta com um departamento químico e outro microbiológico.

Website

Canteras de extracciónO areeiro de Bobia, em León, explora material silicioso, utilizado como areia correctora para betões e cimentos, bem como para a confecção de argamassas especiais.

As pedreiras de Castañera, em Astúrias, e de Magil, em León, fabricam agregados calcários para a construção. A Rebarco possui uma pedreira de dolomite de alta qualidade em Andayón (Astúrias) e um areeiro de sílica nas proximidades de Ribadesella.

É importante ressaltar que entre os objectivos da Masaveu Industria no exercício da exploração de pedreiras está minimizar o impacto ambiental e favorecer a optimização na utilização dos recursos naturais, reduzindo ao máximo possível o seu uso, o que permite manter um compromisso absoluto com o meio natural.

Website

Transportes comibersaA Comibersa foi criada em finais da década de 70, como solução às necessidades logísticas da actual Cementos Tudela Veguín. Desde então, tem vindo a adquirir experiência não apenas no transporte de cimento e outros materiais, mas também no transporte nacional e internacional de mercadorias e na intermediação de prestação de serviços deste tipo, bem como em limpezas industriais, movimentação de material em pedreiras, consignação de navios e diferentes trabalhos de oficina mecânica. A sede principal da companhia está localizada no complexo industrial de Falmuria (Prendes), e conta com um galpão de oficinas totalmente equipado de 2.500 m², e a mesma extensão destinada a estacionamento. Actualmente dispõe de uma vasta frota de veículos e máquinas para desenvolver a sua actividade, entre os que se encontram mais de uma dezena de camiões, trinta cisternas horizontais para pulverulentos e basculantes, vários dumpers, equipamentos de limpeza, etc. A empresa dispõe ainda de um sistema de localização integrado para a gestão e acompanhamento da frota e para supervisão dos serviços de transporte.

Certificações de qualidade dos centros de produção da Masaveu Industria

Fábrica La Robla (León)


Certificações de qualidade

  • MTD’S (Melhores Técnicas Disponíveis) no sector cimenteiro.
  • Certificação AENOR de Produto marca N, agora conforme as normas UNE-EN 197-1:2011 e UNE-EN 196-10:2008.
  • Desde 2001, está a implementar a certificação de Empresa Registrada pela AENOR, conforme a norma ISO 9011: 2001.
  • Desde 2007, o Sistema de Gestão Ambiental conforme a norma UNE-EN ISO 14001:2004, que integra a protecção do ambiente com o normal funcionamento da fábrica.
  • Em 2008, obteve a AAI, (Autorização Ambiental Integrada) que, entre outras coisas, autoriza pela primeira vez a utilização de combustíveis alternativos.

Fábrica de Narón (Ferrol)


Certificações de qualidade

  • Marca A+ de produto, selo de Qualidade Oficialmente reconhecido para efeitos do disposto na EHE-08 e no RC-08.
  • Certificação AENOR de Produto marca N, agora conforme as normas UNE-EN 197-1:2011 e UNE-EN 196-10:2008.
  • Sistema de Gestão da Qualidade e do Ambiente, certificado pela Empresa Acreditada, de acordo com as Normas ISO 9001:2008 e ISO 14001:2004, respectivamente.
  • AAI (Autorização Ambiental Integrada) desde janeiro de 2007.
  • Os Laboratórios possuem as Certificações ISO 9001:2008 de Gestão da Qualidade e ISO 14001:2004 de Gestão Ambiental.
fabrica de cementos aboño

Fábrica Tudela Veguín (Aboño)


Certificações de qualidade

  • Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade UNE-EN ISO 9001.
  • Certificação do Sistema de Gestão Ambiental UNE-EN ISO 14001.
  • Certificação de conformidade CE em todos os seus cimentos, de acordo com a Directiva 89/106/CEE do Conselho das Comunidades Europeias, de 21 de dezembro de 1988, contando todas as suas variedades com a Certificação AENOR de Produto.

Fábrica Tudela Veguín (Oviedo)


Certificações de qualidade

  • Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade UNE-EN ISO 9001.
  • Certificação do Sistema de Gestão Ambiental UNE-EN ISO 14001.
  • Em 2008, obteve a AAI (Autorização Ambiental Integrada), que reflecte o compromisso responsável que a fábrica mantém com o ambiente.
Navio Cristina Masaveu

  • Ano de construção: 2011
  • Comprimento: 133,50 m.
  • Largura: 20,50 m.
  • Capacidade de carga de 10.000 t.
 

Ver vídeo
Navio Encofrador
     

  • Ano de construção: 1982
  • Comprimento: 107 m.
  • Largura: 17 m.
  • Capacidade de carga de 6.100 t.
  •  

Navio Cantábrico
     

  • Ano de construção: 1976
  • Comprimento: 108 m.
  • Largura: 16 m.
  • Capacidade de carga de 5.100 t.
  •